Mozilla lança Firefox 83 com HTTPS-Only Mode.

 

A Mozilla acaba de lançar a octogésima terceira versão do seu web-browser Firefox, como habitualmente incluindo correcções e optimizações mas também introduzindo algumas novidades que vêm reforçar a sua capacidade, destaque para as melhorias no motor de JavaScript - o SpiderMonkey, permitindo agora uma abertura de páginas web cerca de 15% mais rápida e na redução no consumo de memória em cerca de 8%.

 

Uma nova função disponível nativamente é o HTTPS-Only Mode que permite aumentar a segurança na navegação web ligando sempre aos sites pela versão segura do HTTP, não sendo possível fazê-lo alertando o utilizador se pretende continuarcom a ligação não segura, algo que até agora apenas era possível recorrendo a extensões como a HTTPS Everywhere da EFF, esta novidade é de fundamental importância pois permite que a informação das páginas web seja transmitida de forma segura entre a origem e o web-browser, é possível activar esta função em "Preferences" no menu "Private & Security" em todas as janelas (por omissão não se encontra activa).

 

A função Picture-in-Picture foi também melhorada e suporta agora atalhos do teclado permitindo avançar/recuar e controlar o volume sem recorrer ao rato, a lista de atalhos pode ser consultada na página de suporte ao PiP, outra melhoria introduzida foi no suporte a ficheiros PDF com suporte ao AcroForm, sendo assim possível além de abrir, preencher formulários e imprimir sem recorrer a outro software externo ao web-browser.

 

Firefox 83.0, See All New Features, Updates and Fixes ]

 

Mozilla lança serviço próprio de VPN

Mozilla VPN.png

 

A Mozilla, empresa/comunidade que desenvolve vários projectos de software open-source e mais conhecida pelo desenvolvimento do web-browser Firefox acaba de apresentar um novo produto, a Mozilla VPN, um serviço para garantir mais segurança e privacidade no acesso à Internet.

 

Os serviços de VPN (Virtual Private Network) têm ganho cada vez mais importância não só em ambiente empresarial mas também para os utilizadores individuais que pretendem ter uma maior segurança enquanto navegam na Internet e não estarem directamente expostos às várias ameaças enquanto o fazem.

 

Nesta primeira fase o serviço estará disponível em seis países (Canadá, E.U.A., Malásia, Nova Zelândia, Singapura e no Reino Unido) e terá uma mensalidade de US$5, estando já disponível para Android, iOS e Windows e numa fase posterior para Linux e MacOS.

 

A Mozilla anuncia que o serviço apresenta rápidas velocidades recorrendo ao protocolo WireGuard, contando com mais de 280 servidores em mais de 30 países e tendo como parceira a Mullvad com políticas de privacidade exigentes e sem registo na actividade de navegação.

 

[ Mozilla VPNMozilla Puts Its Trusted Stamp on VPN ]

 

Cloudflare reforça segurança nas ligações à Internet com o WARP

Cloudflare Warp.png

Depois de no final do ano passado a Cloudflare ter lançado o serviço público de DNS 1.1.1.1 (link do post) com suporte a DoH (DNS over HTTPS) e DoT (DNS over TLS) para uma maior segurança nos pedidos DNS chega agora o WARP que vem complementar o primeiro, permitindo assim garantir a segurança na navegação não só dos pedidos DNS como também do todo o tráfego para a Internet.

 

O desenvolvimento sofreu alguns atrasos dada a complexidade mas está já disponível uma actualização da aplicação 1.1.1.1 para sistemas Android e iOS que permite utilizar ambos os serviços consoante a necessidade de cada utilizador, o WARP funciona de forma idêntica a uma VPN e está disponível em duas versões: uma gratuita e outra paga, o WARP+ com uma mensalidade que varia consoante a região do Mundo (EU/PT €3.99).

 

Para garantir velocidades e utilizações mais rápidas a Cloudflare optou por utilizar o protocolo WireGuard em vez de outros protocolos mais antigos e desadequados para equipamentos como smartphones e tablets, para uma visão mais detalhada da implementação o post The Technical Challenges of Building Cloudflare WARP no blog da Cloudflare explica os detalhes do WARP.

 

A aplicação 1.1.1.1 é altamente recomendada para todos os utilizadores com equipamentos Android e iOS pois garante um aumento muito significativo na utilização da Internet, quer para os pedidos DNS quer agora com o WARP em redes wireless abertas e/ou públicas para uma maior privacidade, a sua utilização não podia ser mais simples bastando activar num botão o serviço, sendo também possível alterar algumas configurações na ligação para utilizadores mais avançados.

 

WARP is here (sorry it took so long) ]