REN inaugura data center Tier III em Riba de Ave

REN Riba de Ave.jpg

 

A REN - Redes Energéticas Nacionais acaba de inaugurar um novo centro de dados (data center) na região norte de Portugal, mais concretamente em Riba de Ave, no concelho de Vila Nova de Famalicão, distrito de Braga, que se vem juntar aos três espaços em funcionamento que a empresa já detém em Lisboa, Sacavém e Ermesinde.

 

Além da REN, este novo centro de dados será utilizado também pela EDP e pela NOS sendo gerido pela RENTELECOM, a operadora de redes de telecomunicações do grupo, o novo espaço terá uma área técnica útil de 1200 m2 onde cada uma das empresas terá o seu espaço dedicado onde poderá instalar servidores, discos para armazenamento de dados e equipamento de rede para interligar todos os equipamentos.

 

O investimento feito pela REN atingiu os 10M € e dada a importância de uma instalação como esta a REN submeteu-a ao Uptime Institute, entidade que certifica a resiliência e eficiência deste tipo de instalações, tendo este novo data center alcançado uma certificação de Tier III, sendo o segundo centro de dados a obter esta certificação depois do data center da Portugal Telecom na Covilhã.

 

REN inaugura DataCenter em Riba de Ave ]

 

Cabo submarino EllaLink ligará Portugal e Brasil em 2018

Optic Fiber Cable.jpg

 

A ligação digital entre o Brasil e a Europa irá ganhar um incremento significativo na sua capacidade com a construção de um cabo de fibra óptica submarino entre o Brasil e Portugal com os pontos de amarração em Fortaleza e Santos no Brasil e Sines em Portugal e ainda com ligações em Cabo Verde, nas ilhas Canárias e na Madeira.

 

O cabo será composto por quatro pares de fibra óptica e uma capacidade inicial de 12 Tbps (120 lambdas x 100 Gbps) em cada par totalizando a capacidade total os 48 Tbps podendo futuramente a capacidade ser aumentada para 18 Tbps por par (120 lambdas x 150 Gbps) e um máximo de 72 Tbps, terá uma extensão de aproximadamente 9400 Km entre Santos e Sines e um ramal de ligação a Fortaleza com cerca de 730 Km.

 

EllaLink Fiber Pairs.png

 

O projecto está a ser desenvolvido pela brasileira Telebras e pela espanhola IslaLink colmatando uma falha nas comunicações entre os dois continentes uma vez que a única ligação directa actual é feita pelo cabo submarino Atlantis 2 que opera desde o ano 2000 e com uma capacidade muito inferior ao agora planeado EllaLink, este projecto vai permitir assim uma melhoria significativa nas comunicações nos próximos anos e evitar a passagem destas pelos E.U.A. por um percurso directo e não sujeito a problemas de segurança.

 

Mas além do EllaLink outros projectos estão também em curso e que vão permitir aumentar a capacidade de ligação entre continentes, nomeadamente:

  • South Atlantic Cable System (SACS), entre o Brasil e Angola com aproximadamente 6100 Km.
  • South Atlantic Inter Link (SAIL), entre o Brasil e os Camarões com cerca de 5900 Km.
  • South America Pacific Link (SAPL), entre o Chile, Panamá, o Hawai e os E.U.A. com mais de 17000 Km.
  • BRUSA, entre o Brasil e os E.U.A., um projecto da espanhola Telefonica (Telxius) com 11000 Km.
  • MAREA, a ligar os E.U.A. a Espanha num percurso de aproximadamente 6600 Km, também desenvolvido pela Telxius em parceria com a Microsoft e o Facebook, terá oito pares de fibra e uma capacidade de 160 Tbps.

 

Existem ainda muitos outros projectos planeados para melhorar a capacidade de comunicação um pouco por todo o mundo, o site Submarine Cable Map dispõe informação sobre os sistemas submarinos actualmente em operação e os previstos para os próximos anos.

 

EllaLink | IslaLink ]

RTP3 e RTP Memória adicionadas à TDT

 

 

Foi necessário esperar sete anos depois da introdução da TDT em Portugal para existir um reforço nos canais distribuídos abertamente à população nacional, não desvalorizando a adição do canal Parlamento (ARTV) que embora importante tem um público reduzido, só agora a TDT começa a ganhar algum interesse com a entrada dos canais RTP3 e RTP Memória, aumentando assim para 7 o número de canais disponíveis.

 

Os dois canais da RTP agora adicionados não irão passar qualquer publicidade ao contrário do que acontece e se manterá nos serviços de televisão pagos, sendo estes espaços preenchidos por auto promoção da RTP ou por divulgações culturais, o Governo aprovou também dois outros canais que serão entregues a operadores privados após concurso, assim e no melhor dos cenários a breve prazo haverá novo reforço nos conteúdos em sinal aberto.

 

Esta é sem dúvida uma boa notícia mas que vem tarde, a TDT teve um arranque fraco e nunca lhe foi dada a devida atenção nem valorizada devidamente, esperemos que este seja o ponto de viragem e a plataforma ganhe uma nova vida e que mais canais fiquem disponíveis, num país como Portugal seria espectável uma oferta de 15 a 20 canais em sinal aberto, esperemos que não seja necessário mais uma década para lá chegar...

 

Assim a partir de hoje 1 de Dezembro (simbolicamente no dia da Restauração da Independência) qualquer pessoa em Portugal pode fazer na sua televisão ou receptor uma nova pesquisa de canais para usufruir dos mesmos, uma nota de atenção, existem zonas cobertas por mais do que uma frequência sendo nestes casos aconselhável a testar nas duas para verificar qual a que oferece melhor recepção.

 

Os emissores da TDT em Portugal emitem em 10 frequências (a cada uma corresponde um canal, não confundir com os canais de televisão propriamente ditos), nomeadamente: 

 

Açores

  • Canal 47 [678-686 MHz] (S. Miguel, Faial e Terceira)
  • Canal 48 [686-694 MHz] (S. Miguel, Pico e Faial)
  • Canal 49 [694-702 MHz] (Pico, Graciosa, Terceira)
  • Canal 55 [742-750 MHz] (S. Maria e Terceira)
  • Canal 56 [750-758 MHz] (S. Miguel e S. Jorge)

 

Madeira

  • Canal 54 [734-742 MHz] (Madeira e Porto Santo)

 

Continente

  • Canal 40 [622-630 MHz] (emissor do Mendro em Beja)
  • Canal 42 [638-646 MHz] (emissor do Monte da Virgem no Porto)
  • Canal 45 [662-670 MHz] (emissor de Palmela em Setúbal)
  • Canal 46 [670-678 MHz] (emissores da Boa Viagem e da Lousã ambos em Coimbra)
  • Canal 47 [678-686 MHz] (emissor de São Mamede em Portalegre)
  • Canal 48 [686-694 MHz] (emissor da Marofa na Guarda)
  • Canal 49 [694-702 MHz] (emissor de Montejunto em Lisboa)
  • Canal 56 [750-758 MHz] (a maioria dos emissores em território continental)

 

[ TDT - Televisão Digital Terrestre ]