Nearby Share disponível brevemente em Android para partilha de proximidade

O Android vai receber brevemente uma funcionalidade à muito desejada pelos seus utilizadores, a partilha de dados entre equipamentos localizados no mesmo espaço físico sem a necessidade de recorrer a ligações à Internet, com a opção Nearby Share.

 

Com esta nova opção será muito mais fácil e rápido partilhar ficheiros, fotografias, links ou páginas web por exemplo com equipamentos nas redondezas sem recorrer a serviços de terceiros para o fazer, podendo o receptor aceitar ou rejeitar a partilha. O protocolo utilizado pode variar consoante o equipamento ou a disponibilidade entre Bluetooth, Bluetooth Low Energy, NFC, WebRTC ou via P2P WiFi.

 

O Nearby Share foca-se também na segurança e privacidade dos utilizadores, não sendo necessário a partilha de um número móvel ou o username de uma aplicação entre utilizadores, é ainda possível definir a visibilidade como "invisível", "visível apenas para alguns contactos" ou "visível a todos".

 

Numa primeira fase apenas equipamentos Pixel e alguns da Samsung vão disponibilizar esta opção, sendo que mais se seguirão futuramente, uma opção que vem facilitar e acelerar certamente a partilha local de dados entre equipamentos Android.

 

Instantly share files with people around you with Nearby Share ]

 

Wi-Fi Alliance apresenta Wi-Fi 6 (a.k.a. 802.11ax)

Wi-Fi_4_high-res.png Wi-Fi_5_high-res.png Wi-Fi_6_high-res.png

 

A Wi-Fi Alliance anunciou uma nova designação para o próximo protocolo a utilizar nas redes wireless, até agora a identificação era feita pela especificação IEEE 802.11 seguida da identificação do protocolo, sendo os mais conhecidos o 802.11g introduzido em 2003, o 802.11n em 2009 e o 802.11ac em 2013.

 

Assim e para facilitar a identificação do protocolo utilizado será apenas utilizada a designação WiFi 6 para a próxima geração, até agora identificada por 802.11ax, desta forma qualquer utilizador, mesmo os menos informados em tecnologia poderão identificar mais facilmente o suporte dos seus equipamentos às redes Wi-Fi e assim saber se conseguirão mais velocidade e ou alcance consoante a versão.

 

A versão WiFi 6 têm a sua razão de ser e corresponde à evolução desde o início dos protocolos utilizados nas redes wireless, sendo que as gerações anteriores podem também adoptar idênticas designações: WiFi 5 para equipamentos que suportem a tecnologia 802.11ac e WiFi 4 para os 802.11n.

 

O novo WiFi 6 como em qualquer iteração trará melhorias nas redes sem fios de forma a garantir mais velocidade e optimizações à sua utilização, o destaque vai para o Orthogonal Frequency Division Multiple Access (OFDMA) em vez do Orthogonal Frequency Division Multiplexing (OFDM) utilizado nas gerações anteriores, que vai permitir subdividir o canal de WiFi em frequências mais pequenas e permitir transferir em paralelo para múltiplos utilizadores em simultâneo.

 

Na modulação do sinal vão também existir melhorias com o WiFi 6 a suportar o 1024 Quadrature Amplitude Modulation (1024-QAM) em comparação com o WiFi 5 que suporta apenas até 256-QAM, isto permitirá aumentar as velocidades de navegação pelo menos a curta distância.

 

Os equipamentos com esta nova norma devem começar a chegar ao mercado já no próximo ano, altura em que se deverá começar também a ver as novas designações do wireless quer para novos equipamentos quer para os que suportem WiFi 4 ou WiFi 5.

 

Wi-Fi_Generations.png

Generational_Wi-Fi.png

 

Wi-Fi Alliance® introduces Wi-Fi 6 ]

 

Wi-Fi Alliance introduz o novo protocolo de segurança WPA3

Wi-Fi.jpg

A Wi-Fi Alliance, entidade que promove e certifica os produtos com Wi-Fi acaba de anunciar que o novo protocolo para a segurança wireless WPA3 está concluído e começará a chegar aos diversos equipamentos que o suportem, o novo protocolo vem dar mais segurança às comunicações sem fios e será o substituto do WPA2, certificado há mais de 10 anos e que ainda mantém um nível de segurança aceitável actualmente.

 

O WPA3 vem aumentar a segurança nas ligações às redes wireless mas sem um aumento de complexidade na sua utilização e ainda mantendo a compatibilidade com o protocolo WPA2, terá dois modos de operação: WPA3-Personal e WPA3-Enterprise, a versão "Personal" destina-se a ser utilizada em ambiente doméstico e utiliza o protocolo Simultaneous Authentication of Equals (SAE) que substitui o Pre-shared Key (PSK) no WPA2, para a troca de chaves entre os equipamentos com base numa palavra-chave mesmo que esta não siga as recomendações de complexidade desejáveis, por seu lado a versão "Enterprise" destinar-se-á a ambientes empresariais garantindo ainda mais segurança, equivalente a uma criptografia com uma chave de 192-bit.

 

Com o novo protocolo a Wi-Fi Alliance introduz também o Easy Connect, que vem facilitar a ligação às redes wireless de dispositivos mais simples com uma interface mais limitada ou mesmo sem ecrã, como os dispositivos para a Internet of Things (IoT), que começam a ganhar dimensão e no curto prazo estarão implementados em larga escala nas mais diversas utilizações.

 

Alguns dos equipamentos que actualmente suportam o WPA2 serão actualizados para o novo protocolo WPA3 e a sua massificação em novos smartphones e routers deverá ocorrer lá para o fim de 2019, início de 2020.

 

Wi-Fi Alliance® introduces Wi-Fi CERTIFIED WPA3™ security ]